Brecha de segurança permite ler mensagens codificadas do Whatsapp

Uma brecha no Whatsapp permite que mensagens criptografadas possam ser interceptadas e lidas, abrindo espaço para que governos espionem pessoas. As informações são de reportagem do jornal britânico The Guardian. A vulnerabilidade foi descoberta em abril do ano passado pelo pesquisador em segurança da Universidade da Califórnia em Berkley Tobias Boelter, que comunicou o Facebook, dono do aplicativo. Mas a empresa não corrigiu o problema até agora.

 

Veja

Comentários