Nabor denuncia o que classificou de "pacote de maldades " do Prefeito de Patos

O deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB) ocupou a Tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba para denunciar a atualização do novo código tributário que o prefeito de Patos, Dinaldo Filho, enviou para a Câmara de Vereadores, onerando todos os serviços prestados pelo município o qual o parlamentar nomeou de “pacote de maldades”.

 Nabor lamentou a atitude do prefeito e ressaltou que não costuma trazer para a Casa Epitácio Pessoa esses temas locais, mas não podia calar-se diante de tamanha maldade e que gera preocupação com relação ao desenvolvimento da cidade. “Não costumo trazer esses temas locais para esta Casa, mas chega ao ponto que temos que registrar porque nós seremos prejudicados com o novo código tributário que foi aprovado”, lamentou Nabor.

O parlamentar enfatizou também o aumento da UFIR que de pouco mais de três reais passa a custar oito reais, além do aumento de todas as taxas de ISS, ITBI, IPTU. “O novo código tributário, meus amigos e minhas amigas, aumenta o IPTU para o financiamento da casa própria pela Caixa Econômica, que era de 1% e passa para 1,5%. O prefeito em seu pacote de maldades agora ta cobrando 1% de ISS das casas que são financiadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida”.

Nabor diz ainda que essas taxas inviabilizam o comércio e cita o exemplo da Carreiros, gera mais de duzentos empregos diretos na cidade, pagará anualmente em torno de R$ 240 mil só de taxa de coleta de resíduos e lembrou que será aplicada em todos os setores. E finalizou seu discurso, ressaltando que ficou estarrecido com o pacote de maldades que foi enviado à Câmara Municipal e foi aprovado na calada da noite e às pressas, mas que estará realizando um grande movimento junto com os vereadores de oposição, as associações, comércio, indústria e a população como um todo, pois não vai aceitar que esse confisco do dinheiro e do patrimônio público seja implantado no município de Patos.  

 

 

Assessoria

Comentários