Apesar de acordo com o governo, caminhoneiros entram no 5º dia da greve

Mesmo após um acordo entre líderes da greve dos caminhoneiros e do governofederal, o movimento segue na manhã desta sexta-feira em todo o Brasil, com bloqueios em 24 estados e no Distrito Federal. Segundo o anúncio do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), as entidades se comprometeram a suspender os protestos por quinze dias em troca da prorrogação do desconto de 10% no diesel para um mês. No entanto, nem todas as lideranças presentes assinaram e os bloqueios continuam.

A greve dos caminhoneiros, que segue na manhã desta sexta-feira mesmo depois de um acordo com o governo federal, provoca bloqueios em estradas de 24 estados e do Distrito Federal, segundo levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Com exceção do Amazonas e do Amapá, todas as unidades federativas brasileiras estão com vias interditadas para a passagem de veículos de transporte de carga.

Ao todo, diz a PRF, são 562 bloqueios em todo o Brasil, por volta das 9h da manhã. O estado que concentra o maior número de interrupções é o Rio Grande do Sul, com 74 ocorrências. Na sequência aparecem o Paraná (69) e Minas Gerais (51). Na noite de quinta-feira, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), anunciou um acordo com representantes dos caminhoneiros.

 

Fonte - VejaOnline

Foto - El País / Google

Comentários