Patoense que teve problemas após o parto não resiste e morre no Rio Grande do Sul

Morreu na madrugada desta terça-feira, (13), a jovem patoense Rânia Bernadino.

Rânia tinha 33 anos e era natural de Patos, mas estava morando em Nova Hamburgo, Rio Grande do Sul, há quase quatro anos. 

Rânia engravidou e teve complicações durante ao parto. Depois que o bebê nasceu ela teve uma parada cardiorespiaratória, perdeu todos os movimentos, a fala e ficou meses internada no Hospital Municipal de Nova Hamburgo. Rânia recebeu alta e ficou recebendo em casa cuidados do esposo e de amigos.

A família ainda tentou por diversas vezes trazer a jovem para Patos, mas era preciso uma UTI aérea para transferência e o serviço custava cerca de R$ 80 mil. Amigos ainda fizeram uma campanha nas redes sociais para arrecadar o dinheiro e trazer a patoense, mas não obtiveram êxito.

Na madrugada, Rânia não resistiu e morreu. Ela deixou um filho de apenas um ano, o pequeno Benjamin.

A família ainda não divulgou se o corpo será trazido para Patos.

 

Maispatos.com

 

Comentários