CBF transfere partida do Botafogo-PB para dia das Muriçocas do Miramar

Depois da vitória maiúscula contra o Bahia, por 1 a 0, em plena Arena Fonte Nova, o Botafogo-PB tem uma dor de cabeça antes de sua segunda partida pelo Grupo A da Copa do Nordeste, o qual atualmente é líder, com 3 pontos. 

É que ainda antes da estreia, na quinta-feira (18), a Confederação Brasileira de Futebol antecipou o duelo contra o Náutico-PE, que seria dia 8 de fevereiro, quinta-feira, para o dia anterior.

 

Acontece que no dia 7 de fevereiro será comemorada a “quarta-feira de fogo” em João Pessoa, que marca o desfile do bloco Muriçocas do Miramar, que arrasta aproximadamente 500 mil foliões pela Avenida Epitácio Pessoa, o que pode afetar o jogo do Belo devido ao policiamento da cidade.

 

O presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues, já solicitou ao diretor de competição da CBF, Manoel Flores, para que a data do jogo sofra nova alteração.

 

– Logo quando foi publicada a mudança, nós tivemos ciência e entramos em contato com Manoel Flores, solicitando que o jogo fosse alterado para outra data. Bem antes nós já havíamos alertado a CBF sobre este assunto, temendo que isso pudesse acontecer. Inclusive, quando conversamos com o pessoal do Rio de Janeiro anteriormente, fizemos questão de ressaltar que é o maior evento do período carnavalesco em João Pessoa e que, inclusive, paralisa até mesmo o nosso Estadual. Enviamos ofício para a Polícia Militar e também para o Ministério Público, em especial ao procurador Valberto Lira, para que juntos possamos corrigir esta adversidade e ninguém saia prejudicado – explicou.

 

Quem também se posicionou sobre a alteração do dia da partida foi o diretor de futebol do Belo, Francisco Sales,  que pediu uma atitude de Amadeu Rodrigues para que o clube da estrela vermelha possa contornar essa situação, e que não corra o risco de ter que atuar com portões fechados por falta de contingente ou orientação da Polícia Militar.

 

– O presidente Amadeu Rodrigues precisa chegar junto da CBF para chegarem a um bom senso. Não tem jogo no dia do Galo da Madrugada, em Recife, que é mais ou menos a mesma proporção das Muriçocas de Miramar na Paraíba. Então, a gente apela pelo bom senso da CBF para que ninguém saia prejudicado. Jogar sem torcida do ponto de vista financeiro seria terrível para o Botafogo-PB. A gente ainda acredita que vai haver um entendimento para que tenha público e não tenha esse prejuízo financeiro e técnico, já que a torcida do Botafogo-PB faz diferença em casa – disse o dirigente botafoguense.

pb agora

Comentários